Processo de Contratação do Síndico Profissional

A contratação de um síndico profissional é uma decisão colegiada, que deve ser avaliada pelo Conselho Diretivo, administradora e condôminos, seja para condomínios residenciais, comerciais ou industriais, horizontais e/ou verticais.

Quais os Primeiros Passos

O ideal, sempre que possível, é que o condomínio possa contar com um síndico que seja proprietário residente, visto que no dia a dia, o residente terá mais contato com o condomínio (condôminos e colaboradores), desde que haja interesse e comprometimento de quem se prontifica a assumir este cargo eletivo. Por outro lado, ser síndico residente exige certo grau de sacrifício em sua vida pessoal e profissional, já que as demandas e imprevistos surgem, em muitas das vezes, de forma inesperada em qualquer dia ou horário, exigindo por parte do síndico, por dever de ofício, agir prontamente para sanear a situação em prol da coletividade. Entretanto, nos dias de hoje, com a vida corrida nas grandes cidades, é cada vez mais necessário contar com o apoio de um síndico profissional.

Síndico Profissional

Significa que ele será o responsável pelo condomínio em todas as esferas administrativas, financeiras, fiscais e legais, cabendo ao síndico, dentre as atribuições, à gestão de pessoas (funcionários ou terceirizados), no atendimento aos condôminos nas mais diversas demandas apresentadas, além da pacificação de conflitos. Caberá também ao síndico profissional criar procedimentos de segurança aplicáveis para cada tipo de condomínio, para o aprimoramento e contenções de tentativas invasões de estranhos ao condomínio, e melhor controle de acesso, priorizando a segurança dos condôminos, colaboradores e patrimonial.

Gestão Operacional

O síndico profissional deverá manter em dia, através de equipes dedicadas e especializadas, os equipamentos e facilidades do condomínio, através de manutenções preventivas e corretivas, mantendo contratos de manutenção condizentes ao condomínio, com empresas que realmente prestam serviços com qualidade e garantia muitas das vezes na modalidade 24 x 7.

Área Administrativa

Na área administrativa, é imperativo que o fluxo financeiro do condomínio atenda as demandas do dia a dia, tanto para as despesas ordinárias quanto para as extraordinárias, contanto com um fluxo de caixa compatível e controle rígido da inadimplência, evitando o desequilíbrio das contas condominiais. Além disso, o síndico profissional deve contar com uma boa assessoria jurídica. É essencial que no final de cada mês, seja apresentada no prazo máximo de 30 dias pela administradora, a pasta de prestação de contas do condomínio, para a apreciação do corpo diretivo e demais condôminos, com transparência e facilidade de interpretação. Eficiência operacional para a transparência administrativa do síndico profissional.

Chame o Síndico

O síndico profissional deve contar também com a parceria de uma boa administradora, preferencialmente que tenha o selo PROAD – Programa de Autorregulamentação da Administração de Condomínios / SECOVI, garantindo que os procedimentos administrativos estão sendo cumpridos pela administradora. Conte com mais de 25 anos de experiência em condomínios, nos cargos de conselheiro, subsíndico e síndico. Entre em contato!

× Como posso te ajudar?